Banner

Home > noticias > ingleses desenvolvem mão biônica de plástico acessível com impressora 3d

Notícias

Ingleses desenvolvem mão biônica de plástico acessível com impressora 3D


Uma das invenções mais revolucionárias dos últimos anos no campo da ciência voltada pra saúde foi premiada, no Reino Unido.

Tão simples, que parece brinquedo. Ela é feita com material semelhante ao dos brinquedos: plástico. Não é qualquer tipo de plástico, mas um mais resistente que imita os nossos ossos, e outro mais flexível, que simula os nossos músculos.

E não precisa de uma fábrica ou de um laboratório complexo para produzir as mãos. Basta uma impressora 3D. Em três ou quatro dias, elas estão prontas.

Dan teve a mão direita amputada e foi um dos primeiros a experimentar a mão biônica de plástico. Sensores grudados à pele dele percebem a contração dos músculos e a intenção de Dan. Em poucos minutos, ele conseguiu controlar a mão e voltar a fazer várias atividades. A que mais deixou Dan feliz foi apertar a mão do irmão.

A designer portuguesa Vitória Maurício participa do projeto e diz que a mão faz cinco movimentos essenciais para o dia a dia.

"Ela faz o aperto de mão mais forte, que por exemplo é para agarrar um copo, que usamos todos os dedos, é um aperto de mão mais geral. Um outro, de precisão, para pegar um cartão de crédito. No fundo, o que as pessoas querem é poder fazer suas atividades", afirmou Vitória Maurício.

Os criadores da mão biônica de plástico estimam que mais de 11 milhões de pessoas no planeta tiveram mãos amputadas. A maioria não tem acesso às mãos biônicas convencionais. Quanto mais parecidas com as de carne e osso, mais caras.

No Reino Unido, podem chegar a R$ 300 mil. As de plástico saem por R$ 7 mil, e os criadores querem fazer o preço cair à metade quando chegarem ao mercado no ano que vem, esperam eles.




  • NeoPlastic

  • Central de Vendas: +55(11) 4443.1000
  • Av Pacaembu, 485 - Franco da Rocha - SP

©2018 Neo Plastic. Todos os direitos reservados. Criação de Sites - C3dweb Agência Digital